Maio 22 2009

 Não somos um País rico. O mais valioso é o nosso Povo” 

 
 
No dia 7 de Junho realizam-se as eleições para escolha dos deputados portugueses que, escolhidos pelos respectivos partidos, representarão Portugal no Parlamento Europeu, sediado em Bruxelas.
A experiência tem demonstrado que a percentagem de abstenção, salvo na primeira eleição, é a mais elevada de todas.
Sem dúvida que cabe aos partidos, promover campanhas de informação, mobilizadoras de uma participação esclarecida dos cidadãos, partidos que, apenas e só, se preocupam em campanhas de auto-elogio.
E na verdade, o Parlamento Europeu, exerce uma tremenda interferência na nossa vida colectiva.
Mais de 60% das leis votadas em Portugal são baseadas nas Directivas emanadas e impostas pelo PE. Os fundos europeus para o desenvolvimento que são atribuídos a Portugal, são propostos, discutidos, votados e concedidos pelos deputados do PE.
Saberão os cidadãos portugueses a importância que a nossa representação tem no PE ?
É fortemente presumível que não.
Os critérios de votação não são uniformes. Em matérias específicas, cuja descrição não cabe no âmbito deste artigo, é necessário que os pequenos países como Portugal, tenham votações concertadas e em bloco de um elevado número deles, para que os seus votos sejam considerados
É pois fora de dúvida que os nossos deputados devem ser conscientes, que o seu comportamento, a sua integridade o seu profundo conhecimento dos dossiers, e uma boa capacidade de diálogo, são indispensáveis para obter os apoios fundamentais à concretização dos nossos objectivos.
Mais do que os partidos que os indicaram, interessa as qualidades de trabalho dos homens e mulheres que nos irão representar. Espero que os partidos tenham realizado a eugenia política, expurgando a nossa representação dos militantes incapazes cuja dedicação partidária e patriótica, abrange apenas os seus próprios interesses.
Por tudo isto cabe as cidadãos votantes, alertar com a sua participação consciente e maciça que estamos atentos e críticos ao trabalho desses deputados. A abstinência é a maior aliada dos demagogos
O voto, é a arma dos fracos que lhes permite competir com os fortes!!!

 

João de Oeiras

 

publicado por salfino às 17:00

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21

24
25
26
27
28
29
30

31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO